Branding no Marketing Digital

Branding, ou gestão de marcas, é um conjunto de ações estratégicas que, quando aplicadas de forma eficiente, contribuem para a construção da percepção de seu consumidor em relação à sua empresa de forma positiva – ou seja, como você gostaria que ele a interpretasse.
14 de outubro de 2019 / Estratégia

A internet está ao alcance do mundo, são mais de 4 bilhões de pessoas online ao redor do planeta. Investir nela seria igual aparecer no mundo sem precisar gastar absurdos com isso. Além disso, a tecnologia trouxe uma comodidade nunca vista antes, alguns anos atrás era comum as pessoas contratarem empresas pelos seus representantes, hoje a realidade vem se alterando cada vez mais, a tendência mundial do mercado de produtos e serviços é o meio digital.

No Brasil, mais de 120 milhões de pessoas tem acesso à internet e aproximadamente 34% delas já realizaram transações financeiras online, passando da casa de 42 milhões de compradores e ainda tendo o retorno ao site de 58% dos mesmos. Entretanto, segundo pesquisa feita pela E-Commerce Brasil, o investimento em tecnologia de varejistas que possuem lojas físicas é de apenas 9%.

Além do grande alcance, o meio digital permite que você receba o feedback do seu público alvo, gerando links personalizados que vão te retornar, por exemplo, quanto tempo o usuário ficou no seu site, qual seção ele procurou, qual foi seu trajeto, entre outras informações. Atrelando esses fatores com o baixo custo de investimento se comparado com as mídias tradicionais, o marketing digital vem conquistando fortemente o mercado varejista.

E o Branding?

Branding, ou gestão de marcas, é um conjunto de ações estratégicas que, quando aplicadas de forma eficiente, contribuem para a construção da percepção de seu consumidor em relação à sua empresa de forma positiva – ou seja, como você gostaria que ele a interpretasse. 

Do inglês, "brand" significa "marcar algo", que junto com seu prefixo "ing" (fazer, em inglês), se constrói o conceito de fazer marcas. Acima de tudo, branding é atribuído para toda a gestão da mensagem central de uma marca: o que ela quer dizer, como vai comunicar e para quem vai direcionar as suas ações.

Vamos supor que você vai iniciar no meio digital agora e do zero. Será algo semelhante ao lançamento de um foguete: no começo é preciso muita força. O caminho até sair da órbita é feito, porém surgem algumas dificuldades como crescer, se conectar com outras pessoas, entregar e ser reconhecido, mas ao passar por todo o ciclo você vai poder sair do chão e sua marca continuar subindo.

Contextualizando...

Afinal, o brasileiro pesquisa em média pelo menos 3 sites diferentes procurando pela melhor opção na hora da compra, e nem sempre uma empresa “recém-nascida” consegue ganhar essa luta. Por conta disso, adotam-se estratégias que vão primeiro alavancar a marca e dar o impulso que o negócio precisa. Se quiser saber mais sobre o desenvolvimento do seu negócio, temos um artigo mais aprofundado, abordando o tema: A importância da estratégia mobile para qualquer tipo de negócio.

Uma das abordagens é seguir a tendência das redes sociais, onde as pessoas não querem negociar com marcas, mas sim com pessoas como você. Isso abre portas para que você faça o mesmo que grandes empresários como Steve Jobs e Luciano Hang fizeram, levando quem sabe um endosso pessoal junto ao seu negócio, criando uma conexão com seu público, o que pode ser um grande diferencial.

Se você conseguir ocupar a mente do seu consumidor com o nome do seu negócio, ou até mesmo com o seu nome, e com o menor investimento em mídias caras, o branding foi um sucesso. Você passou pela etapa mais difícil na consolidação do seu negócio, construindo um elo e atribuindo um valor a mais para o cliente, ditando muitas tendências que outras marcas possam se inspirar.

Autor: Yan Ricardo Mafra

Veja mais